Como o magnésio pode ajudar no tratamento contra o câncer

Um estudo feito pela Universidade de Basileia, do Hospital Universitário de Basileia, na Suíça, e da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, comprovou que o magnésio melhora o funcionamento do sistema imunológico e também no combate de células cancerígenas.

As células T (linfócitos) precisam de quantidades suficientes de magnésio para trabalhar adequadamente e combater um antígeno (corpo estranho no organismo).

Os linfócitos T ou células T são nossos “soldadinhos do sistema imunológico”, atuam reconhecendo o antígeno e destruindo-o.

O que temos até agora de comprovação científica é que, uma dieta pobre em magnésio evolui muito mais rapidamente o câncer em camundongos.

Um ambiente celular rico em magnésio funciona para que os linfócitos T eliminem com mais facilidade células anômalas.

O mineral é importante para a função de uma proteína específica da superfície dos linfócitos T, chamada de LFA-1.

A ciência traz esperanças para todos que precisam de tratamento contra o câncer e também como forma de prevenção.

O que é magnésio?

É um mineral essencial para o funcionamento do corpo humano. Ele é encontrado, principalmente, no esqueleto humano (60%), dentro das nossas células (39%) e nos nossos músculos (20%) e apenas 1% está fora das nossas células.

Função do magnésio em nosso organismo

Presente em mais de 300 reações químicas no nosso corpo. Indispensável na produção de energia e no metabolismo da glicose e resposta insulínica.

Então o melhor que temos a fazer para nosso corpo funcionar bem é, ingerir diariamente alimentos que contenham magnésio.

A recomendação varia como por exemplo, se for homem ou mulher e idade, mas de modo geral, é em torno de 300-400mg/dia.

Alimentos fonte de magnésio

1- Abacate

Além de excelente fonte de magnésio, possui gordura boa, ajuda na melhora do perfil lipídico, diminui inflamação e traz bastante saciedade.

Pode ser consumida em saladas, e na versão doce, com canela. Para quem não gosta muito do abacate puro e quer continuar saudável, misturar com banana é uma ótima opção também.

2- Oleaginosas

Fonte de magnésio, ômega 3 e vitamina E, cuja vitamina é lipossolúvel (organismo armazena), possui gordura monoinsaturada, excelente fonte de fibras, melhora níveis de açúcar e colesterol no sangue, além de ser antioxidante e importante para o sistema imunológico.

Fontes de oleaginosas: Nozes, pistache, castanha do Pará, avelã, macadâmia, castanha de caju e amêndoas.

3- Leguminosas

Feijão, lentilha, grão de bico, ervilha são opções ricas em magnésio e fonte de ferro. Para melhor absorção de nutrientes e menor desconforto gástrico, deixe as leguminosas de molho com 1 colher de sopa de limão espremido ou vinagre por pelo menos 12 horas.

4Peixes

Fonte de ômega 3, potássio, magnésio, selênio e vitaminas do complexo B, ajuda fortalecendo o sistema imunológico e prevenindo doenças cardiovasculares.

Peixes criados em cativeiro normalmente possui menos nutrientes. Prefira os “selvagens”. Lembrando, o bom não é inimigo do melhor!

5- Banana

Rica em potássio e fonte de magnésio. Em 100g de banana, podemos encontrar 27,3mg do nutriente. Além disso, ela também é rica em fibras e ferro.

6- Espinafre

O espinafre é conhecido por ser um alimento rico em diversos nutrientes, e um deles é o magnésio. 100g de espinafre possui cerca de 79mg de magnésio. Ele ainda contém outros nutrientes importantes, como vitamina C, K, A e ferro.

Cuide do seu intestino

Antes de consumir magnésio loucamente, digo que, uma dieta equilibrada e saudável é primordial.

Nenhum suplemento ou alimento isoladamente faz milagres, por isso, a alimentação deve ser ajustada como um todo.

Seu intestino precisa receber alimentos adequados e saudáveis para funcionar com eficiência e garantir uma boa absorção de nutrientes.

Riscos do consumo em excesso

O excesso de magnésio pode ocasionar quadros de fraqueza muscular, enjoos e pressão baixa. Por ser considerado um laxante do tipo natural, não é recomendado consumi-lo em caso de diarreia.

Deficiência de magnésio

A carência desse mineral pode gerar câimbras, formigamento e dormência. A falta de magnésio relaxa os músculos e artérias, aumentando o risco de problemas no coração.

O relaxamento dos músculos fazem as artérias trabalharem mais, aumenta a pressão sanguínea e casos de arritmias.

O magnésio também atua na liberação da serotonina (hormônio responsável pelo prazer e bem-estar), sua carência possui relação com desenvolvimento de depressão, pois causa irritabilidade, nervosismo e ansiedade.

Agora que entendemos o papel do magnésio em nosso organismo e como uma alimentação saudável é importante para a nossa saúde, vamos colocar em prática?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s